top of page
Buscar
  • Foto do escritorLucedile Antunes

Liderança Humanizada

Atualizado: 20 de jun. de 2023





Você sabia que 90% dos brasileiros se dizem infelizes e insatisfeitos no trabalho, segundo análise do SurveyMonkey?

Já a pesquisa da Love Mondays, plataforma que disponibiliza informações sobre a experiência de trabalhar em mais de 75 mil empresas, aponta que 40% dos liderados veem problema na forma como os líderes conduzem a liderança.

Estudos feitos pela Michael Page indicam que 8 em cada 10 profissionais deixam os chefes e não as empresas.


Esses são alguns motivos de insatisfação no trabalho. Mas é possível mudar essa realidade de liderança? Claro que sim!


Como? Praticando a Liderança Humanizada.


Neste artigo escolhi percorrer ao seu lado uma trilha que lhe permitirá conectar-se com algo valioso que já existe dentro de você: a sua essência! Quanto mais você a compreende, mais se conecta com a sua humanidade e mais capaz será de se tornar um líder que utiliza toda a sua potência na condução do time, entregando resultados por meio de uma jornada cada vez mais leve e acolhedora.

Somos resultado de um conjunto de experiências vividas até este ponto da nossa jornada e, muitas vezes, nos desconectamos da nossa verdadeira essência, agindo de uma forma que não representa quem realmente somos.


O que é a Liderança Humanizada?

Ser um líder mais humano, não é ser gentil ou bonzinho, mas, sim, entregar resultados, entendendo que a necessidade básica dos seus liderados é a de se sentirem pertencentes, de serem vistos, ouvidos e respeitados, reconhecendo suas entregas, evoluções, acolhendo e desenvolvendo cada um de forma única; afinal, negócios são feitos de “pessoas”.


Ser esse líder não é se posicionar como um super-herói ou uma super-heroína, mas ser um facilitador da jornada de evolução dos seus liderados.

Em primeiro lugar, é ter um olhar para si, entendendo que nem sempre você vai acertar, saberá tudo, terá todas as informações e que, do outro lado, existem liderados que também são únicos e devem ser olhados individualmente. Não dá para tratar todos de forma idêntica. Reconhecer que existe essa singularidade é fundamental.


Um líder humano não foge de enfrentamentos, mas trabalha orientado pelos resultados do ecossistema e não se perde na fragmentação do egossistema (olhar para os interesses próprios), compreendendo a importância do autoconhecimento, para poder se conectar aos propósitos que são tão necessários para o ecossistema, ou seja, o todo.

Entender de pessoas é o maior papel de um Líder.

Lucedile Antunes


Praticar essa liderança é entregar resultados com produtividade, porém não a qualquer custo.


Salário não é tudo, hoje o tema “Felicidade” passa a ser uma necessidade emergente.


Até 2025, 75% da força de trabalho será da geração millennials. O que isso significa? Significa que eles buscam trabalhar por um propósito. Querem fazer a diferença, deixar um legado, ter liberdade com responsabilidade, atuar em empresas e com líderes alinhados com os seus valores, tendo espaço para se desenvolverem, visando sempre a um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.


De acordo com pesquisa publicada pela Manpowergroup em 2022, 3 em cada 4 trabalhadores querem se sentir motivados e apaixonados pelo seu trabalho.


Então, como gerar um time apaixonado pelo que faz?


Vou compartilhar com você um estudo muito interessante publicado no livro Nove Mitos sobre o Trabalho, de Marcus Buckingham & Ashley Goodall, que reflete as frases ditas por pessoas que são engajadas e felizes no trabalho:


  • Estou muito entusiasmado com a missão da empresa.


  • No trabalho sei perfeitamente o que é esperado de mim.


  • Na minha equipe estou cercado por pessoas que compartilham meus valores.


  • Tenho a oportunidade de usar os meus pontos fortes.


  • Meus colegas de equipe me apoiam.


  • Sei que serei reconhecido se fizer um excelente trabalho.


  • Tenho muita confiança no futuro da minha empresa.


  • No meu trabalho sempre sou desafiado a crescer.

Se você busca desenvolver as soft skills de liderança humanizada, comece a refletir sobre esses pontos, para identificar o que pode mudar na sua forma de pensar e agir, para proporcionar essa experiência aos seus liderados.


Ninguém dá o que não tem, portanto o primeiro passo para a mudança começa dentro de você.


(*) Lucedile Antunes - Idealizadora dos best-sellers “Soft Skills: competências essenciais para os novos tempos” e “Habilidades do Futuro para o Profissional do Agora” e do mais recente livro Soft Skills Kids: Como desenvolver as habilidades humanas nas crianças para se tornarem adultos bem sucedidos, Fundadora da L. Antunes Consultoria & Coaching, Especialista no desenvolvimento de Soft Skills, Palestrante, Coach e Mentora de carreira, apaixonada por apoiar pessoas a evoluírem e por estimular transformações através da expansão de consciência e inspirando a assumirem seu protagonismo experimentando novas formas de agir e pensar, obtendo resultados completamente diferentes. Coautora de diversos livros e artigos sobre desenvolvimento humano e organizacional


Instagram: @lucedileantunes

Linkedin: LucedileAntunes

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Criar Alianças: Empatia e Colaboração

Dificuldade em Gerar Alianças: O Papel da Empatia e da Colaboração para o Sucesso Profissional Gerar alianças é uma habilidade essencial para o sucesso profissional. No entanto, muitas pessoas enfrent

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page